• CERES

Ano Europeu do Patrimônio Cultural


  1. O objetivo do Ano Europeu do Patrimônio Cultural (2018) é sensibilizar para a história e os valores europeus e reforçar o sentimento da identidade europeia. Mas, mais do que isso, é considerar esses valores e essa identidade como realidades abertas a outras realidades – sabendo-se os desafios que o património cultural enfrenta e que têm impacto, desde a transição para a era digital até à pressão ambiental e física, sem esquecer a prevenção e o combate do tráfico ilícito de bens culturais. Daí a necessidade de promover a diversidade cultural, o diálogo entre culturas e a coesão social, de realçar o contributo económico do património cultural para os setores criativos e para o desenvolvimento e de salientar o papel do património cultural nas relações internacionais, desde a prevenção de conflitos à recuperação de património destruído.

  2. Não falamos de coisas do passado, irremediavelmente perdidas num canto recôndito da nossa memória. Referimo-nos à memória viva, seja ela referida a monumentos, sítios e tradições, seja constituída por acervos de museus, bibliotecas e arquivos. Mas fundamentalmente tratamos de conhecimentos ou de expressões da criatividade humana… Ter memória é, assim, respeitarmo-nos. Cuidar do que recebemos é dar atenção, é não deixar ao abandono. Por isso, o património cultural que devemos proteger é sinal para que o que tem valor hoje e sempre não seja deixado ao desbarato. Como poderemos preservar o que é novo se não cuidarmos do que é de sempre?


Por ocasião desta celebração apresentamos a proposta mencionada na conferência da IADIS- Associação Internacional para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (2002):


O Forum Identidade e Herança Cultural


Objectivos:

Compreender a diversidade cultural e as diferentes identidades para alcançar a união através do conhecimento mútuo.

Informação em várias línguas.

Estudos comparativo de religiões, sistemas políticos, instituições e herança cultural.

Identificar os elementos que caracterizam e distinguem as diferentes comunidades, preservação de específicidades e criação de auto-estima combatendo a homogeneização da sociedade.

Promoção de intercâmbio de pessoas, conhecimento e actividades comerciais.


Colaboradores

#AnoEuropeu #DiálogoIntercultural #patrimôniocultural #Herança #CERES #EuropeanYear #centrodeestudosdasrelaçõesinternacionais #Heritage #AnoEuropeu2018 #cultura

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo